Este, é um espaço não oficial.


ESTE É UM ESPAÇO NÃO OFICIAL.
Bem vindo. Serve este espaço para divulgar acções, noticias ou acontecimentos relacionados com o CI em particular e com a PSP em geral, e ainda, assuntos que de alguma forma, para nós, tenham alguma importância a nível profissional, social e/ou cultural...

Todos poderão participar, mandem artigos para serem publicados na página principal para a.fortiori.ci@gmail.com

Guestbook LIVRO DE VISITAS

PJ quer GNR e PSP fora da investigação à ETA

O caso ETA está a criar tensões entre a Polícia Judiciária (PJ), que tem a competência para investigar crimes de terrorismo, e a GNR, que foi quem, na quinta-feira, descobriu a casa de Óbidos com mais de meia tonelada de explosivos.

O DN sabe que os inspectores da PJ estão pouco receptivos à presença de elementos da GNR ou da PSP nas equipas que irão investigar a existência de células em Portugal juntamente com os espanhóis.
(...)
fonte e noticia completa "DN"

1 comentário:

  1. "afortiori68"10 de fevereiro de 2010 às 18:23

    Boa tarde :) Ao lêr este "post" não consegui resistir em comentar...No combate ao crime é necessário que todos os meios e forças policiais se unam pela mesma causa...e não que se dividam e façam birras uns com os outros...isso é o que os criminosos querem e desejam para ganhar tempo!! :P
    Tudo bem...cada um agir na sua área é sem duvida importante e de vital importancia,e muito mais proveitoso...mas depois ,há que haver colaboração e uniao de todas as areas para assim juntarem esforços e juntos combaterem o crime e evitarem males maiores para Portugal...e neste caso ...evitar que a ETA possa fazer em Portugal o que já tem feito em Espanha!!
    Uma boa noite e os meus melhores cumprimentos para todos...e é claro,muito em especial para todos os operacionais do CORPO DE INTERVENÇÃO...À FORTIORI!!

    ResponderEliminar