Este, é um espaço não oficial.


ESTE É UM ESPAÇO NÃO OFICIAL.
Bem vindo. Serve este espaço para divulgar acções, noticias ou acontecimentos relacionados com o CI em particular e com a PSP em geral, e ainda, assuntos que de alguma forma, para nós, tenham alguma importância a nível profissional, social e/ou cultural...

Todos poderão participar, mandem artigos para serem publicados na página principal para a.fortiori.ci@gmail.com

Guestbook LIVRO DE VISITAS

Lisboa: 12 pessoas notificadas para abandonarem o país

Doze pessoas foram hoje notificadas para abandonarem o país durante uma operação policial, que envolveu cerca de 100 elementos, em dois locais de diversão nocturna próximo do Marquês de Pombal, em Lisboa, disse fonte da PSP.
.
A operação decorreu entre as 04:30 e as 07:00 de hoje junto à discoteca Mussulo e ao bar Black Tie situados próximo do Marquês de Pombal em Lisboa e envolveu elementos da esquadra local, do Corpo de Intervenção, da Divisão de Trânsito, das equipas de Intervenção Rápida e do Serviço Estrangeiros e Fronteiras (SEF).
.
A operação resultou na identificação de 86 pessoas, 12 das quais foram notificadas para abandonarem o país, disse à Lusa fonte do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP.
Seis pessoas foram ainda notificadas para comparecerem no SEF.
.
Diário Digital / Lusa

Forte vigilância policial no Sp. Braga-Benfica

O comandante Arantes Dias explicou que o dispositivo policial preparado para Sp. Braga-Benfica, referente à nona jornada, será reforçado, isto porque é um jogo de alto risco. «Os polícias presentes são naturalmente aqueles que entendermos serem necessários. Talvez ultrapassando um pouco aquilo que aconteceu nas épocas anteriores. Vai existir algum acréscimo, porque estamos perante um jogo que está rodeado de circunstâncias um pouco diferentes e vamos acrescentar alguns polícias. Devem rondar os 150 agentes e vamos contar também com a presença do corpo de intervenção, tal como sucede nestes jogos», explicou o comandante Arantes Dias, em declarações à Antena1.
.

Gripe A H1N1

PSP de Lisboa, Porto, Setúbal, Faro e ilhas são os primeiros a receberem vacina contra Gripe A
Os elementos dos comandos de Lisboa, Porto, Setúbal, Faro, Madeira, Açores e Unidade Especial de Polícia (UEP) serão os primeiros a ser vacinados contra a gripe A, tendo já a PSP 3200 vacinas ao seu dispor.


Em comunicado hoje divulgado, a direcção nacional da PSP refere que os elementos contemplados nesta primeira fase «estão mais directamente adstritos à manutenção da ordem e tranquilidade públicas, de apoio a situações de catástrofe e pandemia e segurança aeroportuária».

Sem especificar quando é que o plano de vacinação tem início, a PSP refere que este se «irá iniciar no mais curto espaço de tempo».

Assim, informa a PSP, «todos os elementos policiais que constam da lista deverão dirigir-se ao estabelecimento de saúde (da rede do Serviço Nacional de Saúde)» para lhes ser ministrada a vacina.
O documento lembra também que ninguém é obrigado a vacinar-se, «sendo da responsabilidade individual dos nomeados assentirem ou declinarem».
A PSP é composta por cerca de 22 mil elementos.

Lusa / SOL

Mudanças sem aviso geram críticas na PSP- Viseu

Alterações do local de trabalho feitas em cima da hora, falta de material e desperdício de dinheiro em obras não prioritárias geram mal-estar na PSP de Viseu. Comandante rejeita as críticas e lamenta a falta de diálogo.

As movimentações de agentes de uns serviços para os outros, sem aviso prévio, acentuaram-se a partir de Outubro. Data em que ao comando da PSP de Viseu começaram a chegar novos polícias.
"A partir daí, efectivos que durante anos desempenhavam tarefas sem reparos da hierarquia deixaram de ter interesse. Em alguns casos, a sua substituição por outros colegas foi comunicada no momento em que se preparavam para vestir a farda para trabalhar", denuncia um dos polícias.

Os críticos da gestão de pessoal na PSP dizem que "o ambiente é tenso e está a afectar psicologicamente os profissionais e as suas famílias". "Os principais visados por este clima de insegurança laboral são os polícias mais velhos. Alguns, a escassos meses de irem para a reforma, não aguentam a pressão de ser postos na prateleira sem dignidade. Estão deprimidos", diz outro agente.

No centro da polémica está o intendente Serafim Tavares, desde 1 de Junho à frente do comando da PSP. "Em nome de estranhos critérios de competência, está a substituir colegas da Escola Segura habilitados por outros sem formação. As Equipas de Intervenção Rápida (EIR), com gente capaz e provas dadas, também sofreram baixas com a chegada de elementos do Corpo de Intervenção", queixam-se outros polícias.

Alguns efectivos condenam "a política despesista" na pintura de gabinetes e substituição de portas ("colocaram uma interior na casa de função que rondou os quatro mil euros") quando "há fornecedores que estão desde Março à espera de dinheiro e colegas sem armários para guardar as coisas".
(...)

Sindicato da PSP vai tentar alterar o novo estatuto

A Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP) solicitou ontem reuniões de urgência com todos os grupos parlamentares para pedir a apreciação parlamentar do novo estatuto profissional da PSP, com o objectivo de serem alterados alguns artigos.

Como os deputados já tomaram posse, a ASPP pretende sensibilizar os grupos parlamentares para a questão do estatuto profissional da PSP, publicado na semana passada em Diário da República e que entra em vigor no início de 2010.

Paulo Rodrigues, presidente da ASPP, diz que o novo estatuto "não corrige erros" do anterior, não contempla o subsídio de risco e "agravou o desânimo" entre os polícias.

"Tendo em conta a nova conjuntura política, estão reunidos todos os requisitos para criar um estatuto mais adequado e útil à PSP", realçou, lembrando que na anterior legislatura vários grupos parlamentares defenderam posições idênticas às da ASPP, como a criação do subsídio de risco.

A ASPP exige uma tabela remuneratória "justa e adequada à exigência do serviço", inclusão dos cônjuges no sistema de saúde, pré-aposentação aos 55 anos de idade ou 36 de serviço e atribuição de subsídio de risco.
.
fonte DN

Mais 104 agentes da PSP em Setúbal

Comando Distrital da PSP de Setúbal foi reforçado com 104 novos efectivos com vista a implementar o policiamento de proximidade em bairros problemáticos.
(...)

A Polícia de Segurança Pública alertou hoje em comunicado para a difusão de e-mails falsos em seu nome, com ficheiros em anexo contendo vírus.

As mensagens em causa têm sido enviadas para várias empresas e utilizadores em nome individual e contêm falsas convocatórias da PSP para audiências de processos de investigação.
Os e-mails dizem ainda que, abrindo o anexo - que na verdade contém vírus - pode ser confirmado o despacho que motiva a notificação.
Em comunicado difundido hoje, a PSP informa que "não convoca nem notifica cidadãos para comparência em audiências de julgamento ou diligências processuais de investigação via correio electrónico".
Não divulgando os danos reais que o vírus possa causar, a PSP indica que o anexo (geralmente um ficheiro de extensão .exe, um executável) pode danificar o sistema operativo do computador do utilizador e levar à violação dos seus dados pessoais. A PSP declara ainda que "desencadeou os mecanismos de cooperação internacional em matéria penal" e que "desenvolve, no plano interno, outras diligências da mesma índole", para apurar os responsáveis pelo ataque.


fonte DN

Observatório da Justiça critica acção entre MP e PSP

O modo como o Ministério Público e as polícias se articulam está a prejudicar o combate à criminalidade mais complexa, além de a relação entre magistrados ser também negativa, afirma o Observatório da Justiça. Pinto Monteiro desvaloriza.
.

Zapping fim de semana

Ontem A PSP de Setúbal deteve 22 pessoas e apreendeu duas pistolas Glock e 110 doses de cocaína durante uma operação de fiscalização efectuada hoje de madrugada em Almada, no Barreiro, Seixal e Setúbal, informou a corporação

Ontem Um condutor alcoolizado interceptado no sábado pela PSP junto ao Tribunal de Loures reagiu de violentamente à detenção, tendo mordido na perna um dos agentes captores a ponto de este ter de ser socorrido em hospital

17 OUT 09
Um vidro partido, janelas chamuscadas e vestígios de fumo são as marcas deixadas em algumas casas do Bairro Alto (Lisboa) pelo incêndio de duas viaturas policiais, um crime que, segundo moradores, «não vai espalhar medo» na zona

17 OUT 09
A PSP deteve «para averiguações» dois homens suspeitos de terem incendiado, esta madrugada, duas viaturas da PSP, que se encontravam no parque privativo da terceira esquadra, no Bairro Alto, em Lisboa

17 OUT 09
A PSP e a Direcção de Finanças do Porto detectaram infracções em cinco de 11 estabelecimentos nocturnos que fiscalizaram durante a madrugada de hoje na cidade, revelou fonte policial

17 OUT 09
Um homem morreu e outro ficou gravemente ferido esta madrugada devido a desacatos entre três pessoas, ocorridos na rua Serpa Pinto, em Caparide, São Domingos de Rana, revelou a PSP

17 OUT 09 Foram incendiados dois carros da PSP, hoje, às 4h20 da manhã, estacionados a 10 metros da 3ª esquadra, na Travessa das Mercês (Bairro Alto), em Lisboa
.

Porto: oito detidos e milhares de CD e DVD apreendidos

Oito pessoas, com idades entre os 28 e os 54 anos, foram detidas pela PSP, domingo, no Porto, pela prática de crimes de contrafacção e usurpação de Direitos de Autor, anunciou esta segunda-feira aquela força policial.

De acordo com o comunicado da PSP, as detenções decorreram no âmbito de uma acção conjunta com a Inspecção-Geral das Actividades Culturais (IGAC) realizada na Feira da Pasteleira, Porto.

A operação foi desencadeada pelo efectivo da 2ª Divisão Policial e contou com a colaboração de elementos afectos ao Corpo de Intervenção e à Divisão de Investigação Criminal e inspectores da IGAC.

As autoridades apreenderam 2475 CD e 1917 DVD.

Os detidos vão ser presentes hoje a primeiro interrogatório judicial.

Carros da Polícia incendiados em Lisboa

Foram incendiados dois carros da PSP, hoje, às 4h20 da manhã, estacionados a 10 metros da 3ª esquadra, na travessa das mercês (bairro alto), em Lisboa.
Uma testemunha do incidente afirmou ter visto duas pessoas a atirarem cocktails molotovs contra as viaturas, mas a polícia não confirmou esta hipótese.

Enquanto as viaturas ardiam, vários moradores temeram que o fogo se propagasse às suas habitações, mas a acção do Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa, que demorou cerca de dois minutos a chegar ao local, evitou males maiores.

Cerca de duas dezenas de polícias acorreram de imediato ao local do crime de modo a ajudarem nas investigações.



fonte "SOL"

enviado por "Irmão Dalton 3"

NOVO ESTATUTO APROVADO


Clique em cima para ver

PSP/GNR: Novos estatutos publicados em Diário da República

Lisboa, 14 Out (Lusa)
- Os estatutos profissionais da PSP e da GNR, que estabelecem uma nova tabela remuneratória e um aumento faseado até 2012 do suplemento de serviço nas forças de segurança, foram hoje publicados em Diário da República.

Segundo os diplomas, que vão entrar em vigor a 01 de Janeiro do próximo ano, o suplemento de serviço nas forças de segurança é aumentado progressivamente entre 2010 e 2012, de 14,5 para 20 por cento da remuneração base.

Também a partir do próximo ano, os agentes da PSP e os militares da GNR vão ingressar em novas tabelas remuneratórias que, segundo o Ministério da Administração Interna, "implicam melhoramentos salariais".
JN

Novos estatutos de PSP e GNR contestados

Os novos estatutos profissionais da PSP e da GNR, que estabelecem uma nova tabela remuneratória e um aumento, faseado, do suplemento de serviço estão a ser mal recebidos pelos sindicatos. Na PSP, as maiores críticas prendem-se com a falta de subsídio de risco enquanto na GNR a falta de regulamentação do horário de trabalho, a favor do qual os militares abdicaram de outras reivindicações, deixou um enorme descontentamento. Os estatutos entram em vigor em Janeiro do próximo ano. No caso da PSP, "não prevê, entre outros, um subsídio de risco", disse ao DN Paulo Rodrigues, da Associação Sócio Profissional da Polícia pelo que "iremos entregar uma petição, no Parlamento, para pedir a revisão. Se não for aceite voltamos aos protestos", o que também é admitido por José Manageiro, do sindicato da GNR.
.
fonte DN

Reparti Mobili da Polizia di Stato: ITÁLIA


Chegou a vez de conhecer-mos um pouco uma força Policial de Intervenção Italiana, os Reparti Mobili da Polizia di Stato.
Este artigo foi-nos gentilmente enviado pelo nosso Camarada Carlos Gobernado da 1ªUIP (Madrid/Espanha).
.
Reparti Mobili da Polizia di Stato:
São unidades operativas de reacção imediata para ordem pública e intervenção nas áreas de catástrofe.
Tem uma dependência do “Dipartimento della Pubblica Sicurezza”.
.
.
Na Lei de 1981 da criação da "Polizia di Stato" estão regulados no artigo 33:
- Os “Reparti Mobili estão constituídos para proteger a ordem pública e para as contingências de auxilio público.

- Os “Reparti” ou unidades orgânicas dos mesmos, poderão ser chamados a participar em outras operações de segurança pública e ao serviço de reforço dos órgãos territoriais da Polícia, com a previa autorização do Chefe da Polícia - Director General de Segurança Pública.

- Os “Reparti Mobili em serviço de ordem pública são constituídos, por norma, por homens.

- A obrigação de permanecer na “caserna” (Quartel) estará estabelecida com normas adjacentes contidas no regulamento de serviço, no artigo 111.

- Os “Reparti Mobili deverão dispor de equipamento adequado para prestar ajuda no caso de catástrofe.
.
Os 13 “Reparti Mobili estão estabelecidos:
I Reparto Mobile, Roma, 7 grupos.
II Reparto Mobile, Padova, 4 grupos.
III Reparto Mobile, Milano, 5 grupos.
IV Reparto Mobile, Napoli, 5 grupos.
V Reparto Mobile, Torino, 4 grupos.
VI Reparto Mobile, Genova, 4 grupos.
VII Reparto Mobile, Bolonia, 3 grupos.
VIII Reparto Mobile, Firenze, 4 grupos.
IX Reparto Mobile, Bari, 4 grupos, 2 em Tarento.
X Reparto Mobile, Catania, 3 grupos.
XI Reparto Mobile, Palermo, 3 grupos.
XII Reparto Mobile, Reggio Calabria, 3 grupos.
XIII Reparto Mobile, Cagliari, 1 grupo.
XIV Reparto Mobile, Senigallia, 2 grupos.

A missão principal são as manifestações e as grandes aglomerações de pessoas, assim como eventos desportivos.
.
A organização de um Reparto Mobile é:
-Direzione (Direcção).

-Ufficio di Amministrazione (Secretaría).
-Unitá operative (Unidades operativas).

A direcção é comandada por um “Primo Dirigente” (Chefe) com o apoio de um “Vice Dirigente” (Coordenador).

Todo o Grupo (Núcleo) é composto por: um Inspector Chefe de Grupo (Ispettore Comandante), quatro ou mais sub-oficiais (Sovrintendenti), e 60-70 polícias (Assistenti Capo, Assistenti, Agenti Scelti e Agenti).

A equipa mínima de intervenção são 10 agentes (uma carrinha).
.
.
No Reparto Mobile, alguns agentes deverão ser especialistas em defesa Nuclear, Radiológica, Biológica e Química.
.
Carlos Gobernado
UIP Madrid/Espanha

Operação policial num bairro de Loures

A operação da PSP mobilizou 120 homens, entre elementos do Corpo de Intervenção, do Grupo Cinotécnico, Esquadras de Intervenção Rápida de equipas de investigação criminal.
(...)
"É uma operação especial de prevenção direccionada para a apreensão de armas ilegais", disse à Lusa a subcomissária Carla Duarte, do Comando Metropolitano de Lisboa, acrescentando que no local estão elementos da direcção nacional da PSP e equipas de intervenção rápida a realizar buscas "casa a casa".
.
fonte JN
foto DN

Carro contra polícia

Portimão: Vítimas eram quatro elementos do Corpo de Intervenção da PSP e atravessavam passadeira.
.
Quatro agentes do Corpo de Intervenção (CI) da PSP mal tiveram tempo de escapar ao carro que se lançou contra eles depois de, momentos antes, lhes ter cedido amavelmente passagem numa passadeira junto à Câmara Municipal de Portimão. Os dois ocupantes da viatura, imigrantes moldavos, acabariam por ser detidos momentos depois, por agressões, ameaças e injúrias.

Segundo o CM apurou junto de fonte do Comando da PSP, a situação, “totalmente inesperada, até porque os agentes estavam à civil”, ocorreu ao início da madrugada de segunda-feira. “Por razões desconhecidas, o condutor investiu contra eles e, quando percebeu que não os tinha conseguido atingir, parou de repente e engatou marcha-atrás, lançando a viatura contra o passeio onde os elementos do CI já se encontravam”, referiu.

Mal os agentes se identificaram, os suspeitos, de 34 e 26 anos, tentaram fugir, no que foram impedidos.
“Um deles agrediu um dos agentes no peito e foi detido. O segundo tentou impedir que o amigo fosse algemado, tendo ameaçado e injuriado os polícias”, adiantou a mesma fonte.
Testemunhas no local referiram que a viatura fora vista a efectuar manobras perigosas na zona.
Os detidos foram a julgamento sumário, sendo a sentença proferida na próxima semana.

Diário da República do dia 14-Out-2009‏

Ministério da Administração Interna
DL 297/2009 - Aprova o Estatuto dos Militares da Guarda Nacional Republicana.
.
DL 298/2009 - Aprova o sistema remuneratório dos militares da Guarda Nacional Republicana.
.
DL 299/2009 - Aprova o Estatuto do Pessoal Policial da Polícia de Segurança Pública.

Zapping fim de semana

12 Outubro 2009 - 02h21 - Última Hora
Setúbal: Oito condutores detidos
A PSP de Setúbal deteve na madrugada de ontem oito pessoas numa operação de fiscalização que abrangeu os principais acessos à cidade. A acção desenvolveu-se entre as 00h00 e as 05h00 e teve como resultado sete detidos por condução sob o efeito do álcool e um outro por conduzir sem carta de condução.
(...)
12 Outubro 2009 - 00h30 - Portugal
Tiros e pedras contra casas
Vários carros danificados, janelas de casas partidas e um sem-número de tiros, com pedradas à mistura foi o resultado de uma madrugada de violência e medo no bairro da Jamaica, no Fogueteiro, Seixal. Segundo fonte policial, dois agentes da PSP sofreram ferimentos ligeiros.
(...)
12 Outubro 2009 - 00h30 - Portugal
Segurança baleado em assalto
Ao grito da mulher grávida que irrompeu desesperada pelo café Doce Sabor, em Ramada, Odivelas, a anunciar o assalto à carrinha de valores, seguiu-se o som seco do tiro. Às 10h30 de ontem, a confusão instalou-se junto à papelaria Lápis de Cera, próximo do Jardim da Radial.
(...)
11 Outubro 2009 - 02h00 - Exclusivo CM
Casal sequestrado e roubado
Murtais, em Mafra...
(...)
11 Outubro 2009 - 00h30 - Portugal
Idoso golpeado por ladrão
Um homem, de 71 anos, foi anteontem ferido à navalhada por um assaltante que surpreendeu em casa, na zona dos Anjos, Lisboa. A vítima já teve alta médica e o ladrão foi detido pela PSP.
(...)
11 Outubro 2009 - 00h01 -
Dois indivíduos, um português e um brasileiro, foram detidos na madrugada de ontem pela PSP de Beja quando assaltavam uma residência na cidade. O alerta do assalto foi dado às 05h00 pelos proprietários da habitação.
(...)
10 Outubro 2009 - 01h13 -
A PSP da Figueira da Foz deteve um casal de 20 anos por posse de 126 doses de heroína e 95 euros. O homem é segurança em bares em Leiria, tem cadastro por sequestro e roubo e está indiciado por associação criminosa, tráfico de armas e falsificação de moeda.
(...)
10 Outubro 2009 - 00h37 -
A PSP deteve ontem em Rio de Mouro, Sintra, um homem de 24 anos por tráfico de droga. Os agentes surpreenderam o homem na posse de 251 gramas de heroína e 20 de cocaína. O suspeito, estrangeiro, está em Portugal há oito meses. Foi presente ao Tribunal de Sintra.
(...)
10 Outubro 2009 - 00h30 - Portugal
PSP apreende arsenal ilegal
A PSP apreendeu, a um único armeiro residente e com estabelecimento aberto no distrito de Lisboa, um total de 800 armas de fogo e 300 mil munições de vários calibres, ilegalmente armazenadas. A operação realizou-se entre terça-feira e anteontem.
(...)
10 Outubro 2009 - 00h30 - Portugal
Ferem dois a tiro em café
Pânico. Um café da rua Mário Sacramento, no Bairro 2 de Abril (perto do Bairro da Bela Vista), em Setúbal, foi ontem à tarde atacado por cinco a seis homens. Entraram no estabelecimento aos tiros, tendo ferido dois clientes nas pernas. A hipótese de ajuste de contas é a mais forte.
(...)
10 Outubro 2009 - 00h30 - Portugal
Dá facada e ninguém o apanha
Gritos, correrias e um homem a perder sangue que rapidamente ensopou a ‘t-shirt’ com que pretenderam estancar-lhe uma ferida profunda numa omoplata. É este o filme da agressão à facada ocorrida pelas 16h30 de ontem num corredor do OeirasParque.

'Turbopolícias' perseguem crime em duas rodas

Projecto piloto da PSP está em teste e visa prevenir e dissuadir criminalidade. Motos topo de gama e agentes artilhados dão nas vistas...

Ainda mal tinha desligado o telefone a pedir ajuda quando, através da montra envidraçada, vê estacionar à porta quatro motos, topo de gama, com dois agentes da PSP, ao estilo Robocop, em cada uma. A "música" dos motores BMW já tinha encantado os transeuntes que ficaram como que congelados, nas ruas e até nas janelas dos prédios, a olhar a aparatosa chegada. Os olhares de espanto contagiavam também as poucas pessoas que estavam dentro da pastelaria no centro do Barreiro, de onde tinha partido o alerta. (...)

Rápidas, violentas e espectaculares. As novas equipas da PSP, que estão agora a ser experimentadas no Comando de Setúbal, num projecto-piloto de seis meses, preenchem os três adjectivos. Rápidas porque têm debaixo de si motos fabricadas para a velocidade. "O topo-de-gama do segmento", garante o chefe destes "turbopolícias", Vitor Costa. "A capacidade de reacção mais rápida com um elevado grau de prontidão operacional" é uma das grandes mais-valias que se pretende introduzir, explica o intendente Bastos Leitão, responsável por todo o comando de Setúbal que recebeu este "presente".
.
Violentas, porque, todos os actuais 12 elementos da equipas foram treinados para responder a situações de crimes mais graves. Estão armados como os elementos de elite do Corpo de Intervenção quando chamados a intervir em situações mais complicadas de ordem pública. Além das fardas iguais, colete anti-bala, pistolas Glock 9 mm, arrumadas num coldre a meio da perna, bastão extensível e, sempre que necessário, shot-guns de reserva.
(...)
O comandante não tem, ainda assim, dúvidas sobre "a eficácia dissuasora" da presença destas equipas nas ruas "mesmo que só a circular". Segundo Bastos Leitão, "uma análise feita aos relatórios de expediente revelam que, de uma forma geral, onde estas equipas fizeram turno, não há ocorrências registadas".
.
VALENTINA MARCELINO

PORTO - PSP retira 52 menores de discoteca

Cinquenta e dois menores foram retirados da discoteca New Chic, na zona industrial do Porto, na madrugada de ontem, no final de mais uma noite de diversão. Por terem menos de 16 anos, foram levados para a 18ª esquadra, responsável pela operação realizada naquela espaço de divertimento nocturno. Foram ainda identificados cinco indivíduos em serviço de segurança ilegal: nenhum tinha o cartão necessário emitido pelo Ministério da Administração Interna.

Também o DJ do espaço foi identificado por estar na posse da réplica de uma arma de fogo. Com os elementos do Corpo de Intervenção da PSP no interior da discoteca, o DJ ainda arriscou desafiar a polícia."A bófia não manda aqui!", conseguiu gritar algumas vezes antes de ser revistado pelos agentes da PSP que descobriram a falsa pistola junto aos CD que estava a usar.

A operação, que envolveu trinta elementos da polícia, permitiu ainda identificar um funcionário de nacionalidade brasileira que se encontra em situação ilegal no País. Foram detectadas 12 infracções relacionadas com a ausência ou deficiência de sinalização no espaço, exigida por lei.

Manuela Teixeira CM

Polícias e suicidas

Ninguém espera que aqueles que têm por função zelar pela nossa segurança se suicidem, porque esta tragédia não deveria acontecer com polícias. Esperamos, sempre, que haja alguém que nos guarde como um anjo da guarda e, esse, é sempre mais forte do que nós.

A realidade é que os polícias se vão suicidando, continuando desconhecidas as causas. As associações sindicais vão falando na necessidade de maior apoio psicológico, o que parece ser verdade, mas porque se suicidam?

O suicídio é um acto de desespero, representa o desprezo pela própria vida e os números indiciam que não basta apoio psicológico. As condições de trabalho, a pressão a que são sujeitos e, porventura, a fragilidade da família e a falta de apoio e de atenção podem justificar aquela triste realidade. É preciso saber seleccionar os polícias, com testes psicotécnicos que permitam despistar tendências suicidas. Mas, principalmente, é necessária uma atenção diária por aqueles que trabalham ao nosso lado.

Os polícias não são máquinas, encontram-se sujeitos a pressões que o cidadão comum nem sonha e alguns não aguentam. A primeira defesa deve começar dentro do grupo, detectando comportamentos desviantes e depressivos. Como diz um psiquiatra amigo: alguém que se encontra depressivo e possui uma arma deve ser o primeiro a ter a atenção e os cuidados devidos.
.
Gonçalo Amaral, Ex-Coordenador da PJ
fonte CM

EUPF - França 2008

Temos Camaradas do CI em Itália no Training EUPF (European Union Police Forces) 2009 a representar as forças de segurança Portuguesas. Ficam mais algumas fotos deste exercicio em 2008 que se realizou em França, enviadas pelo nosso Camarada Carlos Gobernado da 1ª U.I.P. em Madrid.
.

Oportunidades

Mulher em pânico levou Polícia a cercar o marido

O alerta para um suposto caso de violência doméstica levou, ontem, quinta-feira, a PSP a cercar um prédio, em Valadares, Gaia. Mulher disse que marido lhe exibiu arma e ameaçou suicidar-se. Homem acabou por entregar-se à Polícia.
(...)
Perante a gravidade da denúncia, a PSP mobilizou para o condomínio vários elementos, inclusive do Corpo de Intervenção e da Divisão de Investigação Criminal (DIC). Segundo o JN apurou, o morador, que já tinha antecedentes por violência doméstica e é referenciado por ligações à toxicodependência, recusou sair da residência, forçando a PSP a encetar "negociações" com ele, ao longo de mais de uma hora.
(...)

Comandos do Porto, Beja, Castelo Branco, Faro, Leiria, Vila Real e Ilhas reforçados com forças especiais

Lisboa, 08 Out (Lusa) - Os Comandos da PSP do Porto, Beja, Castelo Branco, Faro, Leiria, Vila Real, Açores e Madeira vão ser reforçados com elementos da Unidade Especial de Polícia, por decisão do Ministério da Administração Interna.

O despacho que determina o destacamento de forças da Unidade Especial de Polícia (UEP) no Comando Metropolitano da PSP do Porto, nos Comandos Distritais de Beja, Castelo Branco, Faro, Leiria e Vila Real e nos Comandos Regionais dos Açores e da Madeira foi assinado pelo ministro da Administração Interna, Rui Pereira, em 24 de Setembro e publicado a 02 de Outubro em Diário da República.

A UEP, com sede em Belas, concelho de Sintra, integra as unidades de elite da Polícia de Segurança Pública (PSP), como o Grupo de Operações Especiais e o Corpo de Intervenção.
.
fonte "EXPRESSO"

Destacamentos da UEP

Diário da República, 2.ª série — N.º 192 — 2 de Outubro de 2009
Despacho n.º 21998/2009

Nos termos do n.º 2 do artigo 41.º da Lei n.º 53/2007 de 31 de Agosto,que aprova a orgânica da Polícia de Segurança Pública, e sob proposta do director nacional, determino:

1 — O destacamento de forças da Unidade Especial de Polícia (UEP) nos seguintes comandos da Polícia de Segurança Pública (PSP): Comando Metropolitano do Porto, Comando Regional dos Açores, Comando Regional da Madeira, Comando Distrital de Beja, Comando Distrital de Castelo Branco, Comando Distrital de Faro, Comando Distrital de Leiria, Comando Distrital de Vila Real.

2 — No Comando Metropolitano do Porto e no Comando Distrital de Faro, o destacamento de forças da UEP tem carácter permanente para as seguintes subunidades operacionais (SO/UEP): Corpo de Intervenção (CI), Corpo de Segurança Pessoal (CSP), Centro de Inactivação de Explosivos e Segurança em Subsolo (CIEXSS) E Grupo Operacional Cinotécnico (GOC).

3 — No Comando Regional dos Açores e no Comando Regional da Madeira, o destacamento de forças tem carácter permanente para as seguintes SO/UEP: CSP, CIEXSS e GOC.

4 — Nos comandos distritais de Beja, Bragança, Castelo Branco, Leiria e Viseu, o destacamento de forças tem carácter permanente para a SO/UEP CIEXSS.

5 — Por despacho do director nacional da PSP, podem ser temporariamente destacados, em regime de rotatividade, elementos de outras SO/UEP.

6 — A constituição das forças destacadas e o regime de mobilidade que lhes for aplicado são definidos por despacho do director nacional da PSP.

7 — Todos os elementos que integram as forças destacadas da UEP desempenham as suas funções em regime de exclusividade.

8 — As forças destacadas dependem dos comandos territoriais de polícia onde estão sediadas, para efeitos operacionais, logísticos e administrativos.

9 — Por despacho do director nacional, em situações excepcionais, as forças destacadas podem ficar sob o comando operacional do comandante da UEP.

10 — Para efeitos doutrinários, técnicos e de certificação física e técnica, as forças destacadas dependem do comando da UEP.

11 — As forças destacadas são, para todos os efeitos, equiparadas organicamente a equipas, esquadras ou divisões, dependendo da sua dimensão e complexidade.

12 — As forças destacadas têm um comandante cuja categoria e conteúdo funcional são os adequados à sua dimensão e complexidade, sendo nomeado pelo director nacional sob proposta do comandante da UEP.

24 de Setembro de 2009. — O Ministro da Administração Interna,
Rui Carlos Pereira.

UIP Cuerpo Nacional de Policía (Espanha)

.
Um Camarada nosso da UIP de Espanha mandou o seguinte email:

"Estimados colegas,
Gostei muito do blog.
É muito interessante.
Já ví que o CI é muito similar a nós. Ainda não ví o CI em acção real, só na EUPTF a França no ano 2008 porque dois companheiros da 1ª UIP foram lá.
Cumprimentos desde Espanha,

Carlos Gobernado
1ª U.I.P. "
.
Assim sendo, vamos ficar a conhecer um pouco a UIP...

Unidades de intervenção Policial (UIP) Espanholas , são orgãos moveis de Segurança Pública, com a missão de operar em todo o território nacional, principalmente nos casos de prevenção e de perigo iminente ou grave perturbação da segurança pública.
.
Funções gerais da Unidade de Intervenção da Polícia:
.
a) A colaboração na proteção do SS. MM. Reis da Espanha e de locais e personalidades estrangeiras.
.
b) A prevenção, manutenção e restauração, se houver, de segurança pública.
.
c) A participação em grandes concentrações de comícios em lugares públicos, manifestações e eventos públicos.
.
d) Desempenho e assistência em caso de grandes catástrofes ou calamidades públicas.
.
e) Agindo em situações de alerta declarado pela polícia ou o cometimento de crimes de terrorismo ou a criminalidade e estabelecimento de controlos de polícia e outros dispositivos.
.
f) A protecção dos locais e instalações em casos assim determinada.
.
g) A participação em motins e outras situações perigosas.
.
Há 12 Unidades da UIP e uma de Comando
U.C.I. - Unidad Central de Intervención
I UIP - Madrid
II UIP - Barcelona
III UIP - Valencia
IV UIP - Sevilla
V UIP - Granada-Málaga
VI UIP - Bilbao-Pamplona
VII UIP - Valladolid
VIII UIP - Vigo-La Coruña
IX UIP - Oviedo
X UIP - Las Palmas-Tenerife
XI UIP - Zaragoza
.
ficam aqui algumas fotos desta força Policial muito idêntica ao CI . Poderão ainda visitar este site da UIP em http://www.uipcnp.es/index.htm
.

fotos da UIP de Madrid

.
Fotos enviadas pelo nosso Camarada Carlos Gobernado da UIP Espanhola sobre o (nosso) CI/PSP em França no EUPF 2008 (exercicios com as forças Policiais Europeias)
.
Ficam algumas fotos do CI/PSP em França no EUPF 2008


.
saudações aos "nuestros hermanos" da UIP Cuerpo Nacional de Policia em Espanha e um obrigado ao Camarada Carlos Gobernado da 1ª UIP em Madrid.
.

ONU distinguiu polícias portugueses em Timor

A missão das Nações Unidas em Timor-Leste (UNMIT) condecorou 56 polícias portugueses que integraram a unidade de polícia da ONU (UNPOL) pelo contributo para a segurança e estabilização do país.
A cerimónia, que contou com a presença de várias individualidades, nomeadamente Atul Khare, representante especial do Secretário-geral da ONU, foi presidida pelo vice-primeiro-ministro, Mário Carrascalão.

Em nome do governo de Timor-Leste, Mário Carrascalão disse que "a melhor indicação de que a condecoração é merecida é revelada pela prática e não apenas pelas estatísticas que dizem que Timor é dos países mais seguros do Mundo e com menos crimes".

"O que conta é poder andar em Díli de dia ou de noite, ir para o interior e voltar à hora que se queira sem nada de mal acontecer. Hoje qualquer cidadão poder circular livremente no país, o que marca o merecimento destas condecorações", afirmou o vice primeiro-ministro.
Mário Carrascalão lembrou que "o povo passou um mau bocado em 2006", mas salientou que "está hoje numa fase de estabilização e encontrou o elemento principal para olhar para o futuro que é a sua segurança e a estabilidade social".

"Tal deve-se às entidades e aos países amigos que contribuíram para se chegar aqui, através das suas forças de segurança e militares, treinando as nossas forças e assessorando a nossa governação. Isto não é mais do que a indicação, ao contrário do que alguns dizem, de que Timor-leste não é, nem será um estado falhado", afirmou Carrascalão.
"Reunimos todas as condições para aproveitar os recursos naturais de que somos um país dos mais ricos do mundo e estão a ser criadas as condições para o desenvolvimento, que necessita de uma atmosfera de segurança", disse.
O vice-primeiro-ministro disse esperar que, dentro de um ano, o policiamento de todo o território já possa ser assegurado pela Polícia Nacional de Timor-Leste(em três distritos já foi transferida a competência da UNPOL para a PNTL) e realçou que foi devido à "cooperação dos países amigos" que a situação evoluiu favoravelmente, desvalorizando críticas feitas à presença de forças estrangeiras.
O representante especial do secretário-geral da ONU destacou o papel que Portugal tem assumido nas sucessivas missões das Nações Unidas em Timor-Leste e lembrou que o empenho português "foi decisivo para transformar Timor num país livre, independente e democrático".
Atul Khare enalteceu a competência dos polícias portugueses e o seu contributo para a paz e segurança do país, bem como para a formação e consolidação da Polícia Nacional de Timor-Leste, como força policial preparada para respeitar a Lei e os direitos humanos, que gradualmente tem vindo a assumir a responsabilidade pelo policiamento do território.


O comandante da unidade de polícia das Nações Unidas, o português Luís Carrilho, elogiou os profissionais que vão deixar o país pela forma como cumpriram a missão:
"Tem sido uma honra para mim poder contar com o contributo de todos os elementos do contingente da Polícia Portuguesa. Quero agradecer a cada um a forma, profissional e abnegada com que têm honrado e servido a polícia das Nações Unidas, Timor-Leste e Portugal", disse.


Guilherme Guedes da Silva, em representação do director geral da PSP, agradeceu a "hospitalidade e estima com que o povo timorense tem recebido os elementos da PSP" e destacou o contributo dado pelos contingentes portugueses em Timor para o prestígio que a PSP tem alcançado perante diversas organizações internacionais, no quadro da sua participação em missões do estrangeiro.


"Dos cerca de mil oficiais, chefes e agentes que cumpriram missões internacionais destaca-se o desempenho dos cargos de comandante da polícia da ONU em Timor-Leste, de chefe da missão policial da União Europeia no Congo, de 2º comandante da polícia daONU em Timor-Leste, bem como de comandantes distritais das missões da ONU no Kosovo, na Bósnia e em Timor-Leste", destacou.
"No quadro das Nações Unidas e da cooperação técnica bilateral estamos disponíveis para continuar a formação da Polícia Nacional de Timor-Leste, contribuindo assim para a consolidação da segurança, justiça e liberdade em Timor-Leste", concluiu.

fonte DN

fotos Google

Nova lei facilita crimes em série

Burocracia: Cruzamento da informação poderia evitar reincidência
.

A descoberta da identidade dos criminosos através dos perfis genéticos – popularizados pela série CSI – ainda é uma miragem no nosso país. A base de dados, criada por decreto-lei em Fevereiro do ano passado (e que entrou em vigor no mês seguinte) continua vazia. Há pouco mais de duas dezenas de perfis genéticos e está a avaliar-se a possibilidade de serem introduzidos na base de dados, mas a lei é de tal forma complicada que ainda não foi incluído qualquer dado de criminosos na base.

(...)
fonte e noticia completa CM
foto google

enviado por JC

Crimes contra a polícia

Artigo do CM por Fernanda Palma, Professora Catedrática de Direito Penal

ver aqui

Zapping fim de semana

05 Outubro 2009
Super Dragões desordeiros
A deslocação de ontem do FC Porto ao Algarve levou consigo cerca de meio milhar de elementos da claque portista Super Dragões, que causaram distúrbios durante a maior parte do dia em Albufeira e à chegada a Olhão ao final da tarde. Até ao início do jogo com o Olhanense nenhum elemento da claque tinha sido detido, mas muitos foram identificados pela GNR.
(...)
05 Outubro 2009
A PSP de Alfragide, Amadora, precisou ontem de recorrer à violência para deter um suspeito de tráfico de droga, apanhado na posse de 200 gramas de haxixe e cocaína na Cova da Moura, Buraca. O detido, da Figueira da Foz, estava acompanhado de dois homens, que fugiram.
Três homens da zona Centro são suspeitos de usar cheques roubados e falsificados para comprar carros e outros bens, depois vendidos por metade do preço. Foram agora identificados e constituídos arguidos pela PSP.
(...)
04 Outubro 2009
Queria aparentar absoluta normalidade, mas os movimentos algo nervosos da jovem brasileira – em trânsito do Brasil para a Holanda –, ontem às 09h00, chamaram a atenção dos olhos habituados das autoridades policiais no aeroporto internacional de Faro.
(...)
03 Outubro 2009
Um homem, de 54 anos, matou ontem à noite a ex-companheira, de 37, com uma dezena de machadadas na cabeça, pescoço e costas. Tudo se passou num jardim público da rua Cidade de Almada, em Corroios, Seixal. Segundo apurou o CM, a mulher tinha vindo há uma semana de Foros de Amora (onde vivia com o homicida) para a habitação de uma amiga, na rua do crime.
Um homem de 29 anos, de grande envergadura física e suspeito de vender droga nas estações de serviço da auto-estrada Lisboa-Cascais (A5), foi anteontem preso em flagrante pela PSP de Oeiras quando se preparava para vender 2,108 quilos de haxixe.
O relato de distúrbios junto a um clube nocturno do Casal do Cotão, Sintra, levou ontem a PSP a intervir no local. Apesar de não ter conseguido identificar ou deter alguém relacionado com a desordem, os agentes detiveram um homem, de 29 anos, na posse de uma matraca artesanal.
Na sequência de uma investigação a estabelecimentos de diversão nocturna de Ponta Delgada, a PSP prendeu oito homens, três dos quais pelo exercício de segurança ilegal.

Combate ao crime com tropa gera guerra na GNR

O comandante da GNR veio defender a entrada das Forças Armadas (FA) no combate ao crime. Mas a possível intromissão nas funções da Guarda está a levantar forte polémica dentro da instituição. Numa reunião de chefias, o homem-forte da GNR viu contestada a sua tese. E acabou por mandar um comunicado para todos a explicar o que defende.
(...)

Guardas colaboram com PSP e GNR

Fazem parte das funções dos guardas-nocturnos auxiliarem e colaborarem com a acção da PSP ou GNR, entre as 00.00 e as 06.00, tendo em vista uma maior vigilância nocturna.
É também a PSP que dá a formação aos homens que pretendem ingressar na profissão.
O serviço está dependente da Câmara Municipal de Aveiro, mas é unicamente sustentado pelos contribuintes que querem ver aumentada a segurança dos seus estabelecimentos ou residências. Compete ao guarda-nocturno preservar a via pública, comunicando qualquer distúrbio às autoridades competentes, salvaguardar as viaturas dos seus 'contribuintes', estar atento às lojas e montras, estabelecer contacto em caso de qualquer anomalia, fazer vigilância de residências e até o levantamento de receituário médico. Com uma tradição que remonta a meados do século XX o grande incremento desta actividade dá-se em 1976 quando a profissão foi reconhecida pelo então Ministério do Interior e passaram a andar armados e fardados.

Futebol

SCP - Após o jogo frente ao Belenenses, emapatado a zero, o ambiente em Alvalade ficou tenso, com os adeptos a criticarem fortemente a equipa técnica e os dirigentes do clube.
(...)
Os jogadores e os dirigentes tiveram que sair escoltados pelo Corpo de Intervenção da PSP e por ‘spotters’.

fonte "O jogo"

GRIPE A - Polícias que atendem público serão os primeiros a ser vacinados na PSP

(Lusa) - Os elementos policiais que desempenham funções de atendimento ao público serão os primeiros a ser vacinados na Polícia de Segurança Pública, segundo o Direcção Nacional da PSP.

Este primeiro grupo, adianta a PSP, corresponde a 16 por cento do total do efectivo definido para vacinação num universo de seis níveis de actuação.

Esta força de segurança tem cerca de 22 mil efectivos.
.
fonte RTP

Gangs dão pontos por bater e roubar

01 Outubro 2009
Faro: Competição violenta entre menores está a deixar polícia em alerta
.
As regras na rua são de clara inspiração no ‘Grand Theft Auto’, jogo de vídeo importado dos Estados Unidos e no qual, inclusive, causou grande polémica pelo espírito de violência e destruição que incute em alguns jovens. Na prática, é o que se está a passar em Faro – com estabelecimentos destruídos, pessoas esfaqueadas e espancadas sem motivo aparente. E tudo pelos pontos com que os gangs premeiam os jovens membros. Ganha mais pontos quem for mais violento; sobe na hierarquia do grupo quem tem mais pontos.
.
A polícia sabe disto, mas está de mãos e pés atados. A maioria destes ‘jogadores’ é menor. No último sábado, o bar Ali Papas foi atacado por um grupo de jovens. Eram 04h00 quando invadiram o estabelecimento, agrediram um empregado e partiram vários objectos, incluindo a porta de vidro do bar. Este será só o ataque mais recente, mas há vários, como a uma padaria na rua Conselheiro Bívar, onde esfaquearam um funcionário no pescoço. Atacaram também outro bar junto ao Ali Papas, na rua do Compromisso.

"Temos conhecimento dessa situação", admite ao CM fonte do Comando da PSP de Faro, referindo--se à lista de pontos. A mesma fonte acrescenta que "esses jovens estão quase todos identificados, mas, como a maioria é menor de idade, mesmo quando são detidos, acabam por sair em liberdade".
As noites de sexta e sábado piores. Além dos ataques a estabelecimentos, os jovens fazem assaltos e agressões gratuitas nas ruas. Os grupos combinam também combates com rivais. Foi o que ocorreu no dia 19, sábado. Cerca de 30 jovens envolveram-se numa luta combinada na rua Conselheiro Bívar. Um grupo era de Faro e o outro de Olhão.

A PSP foi ao local e só parou o combate com tiro de shotgun para o ar. "Foram identificados mas não se pode fazer mais", diz fonte policial. "Todos os fins-de-semana se faz 10 a 20 detenções, mas, presentes a tribunal, saem logo devido à idade."
.
.
Gang dos pontos espanca polícia
02 Outubro 2009
Faro: Filhos do agente também foram apedrejados
.
Nariz partido, cara inchada, uma dor nas costelas que lhe dificulta a respiração e um corte no queixo que foi suturado. É este o estado em que ficou um agente da PSP, espancado com cadeiras, socos e pedradas por um grupo de jovens em Faro. Os filhos do polícia também foram atingidos com pedradas. Os agressores fazem parte dos gangs da cidade algarvia que têm uma lista de pontos para premiar os crimes que praticam.

A agressão aconteceu por volta das 23h00 de terça-feira. Depois de assistir a um jogo no campo da Horta da Areia, entre as equipas onde jogam os filhos, o agente apercebeu-se de uma discussão.
(...)