Este, é um espaço não oficial.


ESTE É UM ESPAÇO NÃO OFICIAL.
Bem vindo. Serve este espaço para divulgar acções, noticias ou acontecimentos relacionados com o CI em particular e com a PSP em geral, e ainda, assuntos que de alguma forma, para nós, tenham alguma importância a nível profissional, social e/ou cultural...

Todos poderão participar, mandem artigos para serem publicados na página principal para a.fortiori.ci@gmail.com

Guestbook LIVRO DE VISITAS

Operação da ASAE lança confusão e pânico na feira de Gondomar

Uma operação de fiscalização da ASAE, ontem, quinta-feira, de manhã, na feira de Gondomar, degenerou numa grande confusão, com clientes e feirantes a fugirem e a criticarem a "violência" da polícia. Houve seis detidos e foram apreendidos 1180 artigos piratas. 
(...)
A confusão não apanhou, por pouco, a campanha presidencial. Na altura, apoiantes do candidato a presidente da República, Fernando Nobre, realizavam uma acção, no início da feira. Todavia, nem se aperceberam do caos instalado alguns metros à frente, com algumas bancas reviradas.

A operação da ASAE centrou-se nas bancas de cd e dvd pirateados, assim como junto de vendedores de roupa contrafeita. Além das apreensões, foram elaborados 11 autos de contra-ordenação por infracções relacionadas com contrafacção e usurpação.

O espaço labiríntico da feira de Gondomar, feito de corredores estreitos, foi cercado pelo Corpo de Intervenção da Polícia. Nem mesmo a zona do mercado, espaço que está na fronteira com as bancas visadas, escapou à intervenção dos agentes. O pânico instalou-se entre quem andava na feira semanal, com muita gente aos gritos, enquanto tentavam fugir.
(...)
Em comunicado, o Comando da PSP adiantou que "em face da resistência por parte dos visados na acção de fiscalização houve necessidade de recorrer ao uso da força para reposição da ordem pública e cumprimento das medidas de polícia". Uma das detenções esteve relacionada com "crimes contra a autoridade pública".

3 comentários:

  1. Ainda bem que lhes deram forte e feio. Para acabar de vez com esses parasitas que vivem à sombra do País dos brandos costumes. E ainda há uns idiotas que os defendem. Quando perderem os empregos por causa destes e de outros do género então é que se queixam.
    ABRAM OS OLHOS

    ResponderEliminar
  2. "afortiori68"30 de outubro de 2010 às 16:12

    E depois queixam-se que a policia é violenta...pois,não lhes deixam outra hipotese sem ser o recurso ao uso da força para a reposição da ordem publica e cumprimento das medidas policiais!!Respeitem e cumpram as ordens dadas pelos agentes de segurança,e com toda a certeza verão que eles já não precisarão de recorrer á força...

    ResponderEliminar
  3. o Corpo de Intervenção não precisa que ninguém os defenda, pois eles respondem com actos, o lema deles é outro...POR MAIORIA DE RAZÃO. (já me dizia um amigo meu op)...Eles tb ñ são assim nenhuns anjinhos loooool

    ResponderEliminar