Este, é um espaço não oficial.


ESTE É UM ESPAÇO NÃO OFICIAL.
Bem vindo. Serve este espaço para divulgar acções, noticias ou acontecimentos relacionados com o CI em particular e com a PSP em geral, e ainda, assuntos que de alguma forma, para nós, tenham alguma importância a nível profissional, social e/ou cultural...

Todos poderão participar, mandem artigos para serem publicados na página principal para a.fortiori.ci@gmail.com

Guestbook LIVRO DE VISITAS

Cerimónia do 35º Aniversário do Corpo de Intervenção

Na passada 4ª feira, logo pela manhã, após a saída dos elementos em serviço para a segurança às instalações diplomáticas, hasteou-se a Bandeira Nacional no nº 23 da Calçada da Ajuda para marcar o inicio das cerimónias que assinalaram o 35º Aniversário desta sub-unidade da UEP, (27Março2011) .


Entre várias entidades, estiveram presentes o Sr. Director Nacional Adjunto (O Sr. Director Nacional viria a comparecer mais tarde), os Comandantes da várias sub-unidades da UEP, assim como, antigos Comandantes e antigos elementos do Corpo de Intervenção.
.


A cerimónia contou, com um grupo Operacional armado em parada, os discursos habituais, a leitura do Código de Honra do CI , a atribuição de condecorações a elementos do CI e claro...o Hino do CI .

No seu discurso o Sr. Comandante do CI mencionou as missões desempenhadas por esta sub-unidade no último ano, assim como os meios técnicos e humanos empregues nas mesmas, destacando a visita a Portugal de Bento XVI e a cimeira da NATO.

Lembrou os elementos dos destacamentos do CI de Porto e Faro, os elementos que se encontram em missões Internacionais e a importância que os serviços de apoio tem numa “casa” como esta, cujo funcionamento depende dos mesmos.
 Referiu ainda, o estado das instalações na Calçada da Ajuda e as obras urgentes de que necessitam, apesar da prevista mudança.

Por sua vez , O Sr. Comandante da UEP reconheceu o valor do CI, afirmando , que respeita e considera os aniversários de cada uma das valências da UEP. Mostrou-se disponível para a resolução de algum problema que possa surgir no seio do CI, mas que os seus elementos saibam distinguir a origem e as competências para a resolução dos mesmos.


 Após a cerimónia havia uma exposição de alguns meios materiais e por fim, um almoço de confraternização na messe de agentes.
.






"À FORTIORI"

8 comentários:

  1. Não era necessário tapar a cara dos Senhores Agentes.... Se eu enviar o meu mail, posso receber as fotos????? :)

    ResponderEliminar
  2. "afortiori68"1 de abril de 2011 às 14:15

    Ocultar os olhos dos agentes protege a identidade dos mesmos...acho muito bem!!!Saudações para o pessoal do "xoke"...e mais uma vez os meus parabéns pelos 35 anos de existência do CI. :)

    ResponderEliminar
  3. grande casa mãe bons agentes que deviam ter mais apoio e com isso incentivos e o C.I. é o C.I. ORGULHEM - SE

    ResponderEliminar
  4. Lembrou os elementos de Faro e Porto e os das missões??? Nâo sâo os das missões que agora não podem regressar? Os de Faro e Porto? Para os elementos de Faro e Porto o material que aparece nas fotos são novidade. Carrinhas novas, capacetes balisticos... já agora nâo se arranjam uns restos para enviar para os destacamentos? Parabens CI de Lisboa

    ResponderEliminar
  5. Ainda bem que não pensamos todos assim camarada. Abraço ai para o Algarve

    ps: Informa-te melhor acerca do pessoal que vem das missões

    ResponderEliminar
  6. esqueci de dizer....o CI de Lisboa é o mesmo que o teu e se pensas de outra maneira...dá a vaga a outro

    ResponderEliminar
  7. Não é o mesmo nada, basta ver o material, insisto se houverem por aí uns restos enviem para os destacamentos. Dou a vaga a outro por cosntatar que temos material obsoleto, que não temos capacetes balisticos, que não temos coletes balisticos que cheguem etc etc. Entao digo-te que os destacamentos ficariam sem pessoal porque todos vemos isso, não somos cegos nem burros e pensamos desta maneira sim, isso não implica que seja uma posição contra Lisboa. Lisboa está bem, quem está mal somos nós e como tal devemos "lutar" para que as coisas mudem, não devemos virar a cara à luta. Essa de quem está mal muda-se é conversa de alguem que não concorda com factos evidentes, de quem não tem argumentos, de quem baixaria os braços perante as adversidade caso as tivesse um dia, de quem não fez qualquer curso, de quem é servido à mesa numa messe diferente. Aposto
    Quanto às missões ainda bem que estou enganado porque era injusto.

    PS: se não concordas com os sacrificios que irao ser impostos pelo FMI vais mudar de país? :) NÀZIO

    ResponderEliminar
  8. E pensas que por aqui há que chegue? Temos 1 capacete e um colete individual? Nem parece que pertences a esta casa? FMI ? Essa do "nazio" era desnecessária... ficamos por aqui.

    ResponderEliminar